Home

motivo_30_/ PELA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO_/

Sou a favor da proposta de criação do Conselho Municipal do Orçamento Participativo, cuja principal atribuição seja a coordenação do debate orçamentário do município.
Acredito que a candidatura de Marcelo Freixo para a Prefeitura do Rio de Janeiro contribui no projeto popular para o Brasil.
Componho a organização Consulta Popular, criada em 1997. Que organizou o Plebiscito Nacional da Dívida Externa em 2000, o Plebiscito Popular da ALCA e sobre a Base de Alcântara em 2002, e o Plebiscito pela anulação do leilão de privatização da Cia. Vale do Rio Doce em 2007
Defendemos as medidas fundamentais para o projeto popular, como democratizar a terra, o solo urbano, a informação, a cultura, o poder político com a transformação do Estado, o sistema de ensino e a riqueza acumulada pela apropriação dos meios de produção e transporte industriais e comerciais.
São vários os bons pontos da política de desenvolvimento econômico de Freixo. Sou a favor da criação de um Conselho Municipal do Orçamento Participativo, cuja principal atribuição seja a coordenação do debate orçamentário do município dentro dos demais conselhos de políticas públicas e de assessoria à Câmara de Vereadores.
Apoio a extinção da Contribuição para Custeio dos Serviços de Iluminação Pública (COSIP).
Apoio a promoção de ações de valorização dos catadores de lixo.
Apoio a definição de estratégias de integração do comércio informal de mercadorias lícitas.
Apoio a promoção de ampla auditoria da dívida pública do município.
Apoio um sistema de cobrança de IPTU/ITBI que possibilite a justiça fiscal.
Apoio uma ampla avaliação sobre a participação das grandes corporações na cidade do Rio e seu impacto ambiental, urbanístico, social e econômico.
Apoio Marcelo Freixo.
LUIZ OTÁVIO RIBAS É PROFESSOR DE DIREITO. PESQUISADOR DO INSTITUTO DE PESQUISA, DIREITOS E MOVIMENTOS SOCIAIS (IPDMS), EDUCADOR POPULAR NO NÚCLEO DE ASSESSORIA JURÍDICA POPULAR UNIVERSITÁRIA (NAJUP LUIZA MAHIN) E BLOGUEIRO DO “ASSESSORIA JURÍDICA POPULAR”.