Home

motivo_15_/ POR UMA CIDADE QUE GARANTA DIREITOS_/

Não quero nenhum carioca  retirado de sua casa por copa ou olimpíadas. Os grandes eventos são bem-vindos, mas o interesse público tem que prevalecer.
O processo eleitoral nos exige a escolha não de um candidato, mas de um projeto político para a cidade, estado e país. As eleições municipais de 2012 põem em confronto direto dois modos de fazer e pensar política. Ao escolher Marcelo Freixo, escolho a visão democrática de cidade. Escolho o projeto que construirá com o povo – e não supostamente para o povo.
Sou militante filiado ao Partido dos Trabalhadores e me encontro em estado de desobediência partidária no Rio de Janeiro. A decisão do PT de apoiar a reeleição do atual prefeito é equivocada e afasta o partido de sua própria história. Apoio Freixo para seguir sendo petista e tendo como referência o modo petista de governar.
Discordo do modo de gestão da saúde por meio das OSs. Quero projetos pedagógicos desenvolvidos por cada escola democraticamente, implantação dos Conselhos Municipais e a valorização do funcionário público. O Rio precisa de plano de cargos e salários para os trabalhadores da educação. Não quero uma gestão que tome decisões com intuito de recompensar empresas de ônibus financiadoras de campanhas..
Não quero a cidade que continua partida e ferida, sem planejamento urbano e sem plano diretor amplamente discutido, na qual predomina a lógica da especulação imobiliária, o desrespeito ao povo pobre e ao meio ambiente. Realidades essas que são maquiadas com gasto em publicidade e propaganda.
O projeto político que defendo para o Rio é aquele que busca participação direta da sociedade nas decisões da prefeitura, e que cria consciência política na medida em que se desenvolve. A cidade para os cidadãos é a cidade que garante os direitos. Não quero nenhum carioca sendo retirado de sua casa para a construção de qualquer coisa para copa e/ou olimpíadas. Os grandes eventos são bem-vindos, mas o interesse público tem que prevalecer..
Marcelo Freixo não é um só. Somos todos nós. Traz consigo os movimentos sociais urbanos e rurais, militantes históricos da esquerda e a intelectualidade progressista do Rio de Janeiro. Traz também uma trajetória de luta pelos direitos humanos e educação popular.
É por enxergar a política e a cidade desse jeito que votarei em Marcelo Freixo para prefeito em 2012.
MILITANTE DO PARTIDO DOS TRABALHADORES, TOMAZ MIRANDA É MÚSICO, ESTUDANTE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E INTEGRANTE DO GRUPO PETISTAS COM FREIXO.